Acesse o nosso site: www.yabatur.com

quarta-feira, agosto 31, 2011

'Todo Mundo Tem Problemas Sexuais' a comédia




A comédia 'Todo Mundo Tem Problemas Sexuais', dirigida por Fernando Gomes, reestreia em Salvador, dia 09 de setembro, cumprindo temporada às sextas e sábados, às 22h, e domingos, às 21h, no teatro Jorge Amado. No elenco, estrelam: Cida Oliveira, Eduardo Albuquerque, Kadu Veiga, Mariana Moreno e Monica Bittencourt, que juntos prometem arrancar muitas risadas da plateia.

A peça, escrita pelo dramaturgo Domingos de Oliveira e o psicanalista Alberto Goldin, trata do comportamento sexual humano a partir de cartas anônimas recebidas pelo terapeuta para sua coluna publicada no jornal carioca O Globo. Seis destas cartas dão título aos esquetes que compõem o espetáculo: "Sedução", "Fidelidade", "Impotência", "Perversão", "Desejo" e "Preferências Sexuais"

Depois de ser apresentada em palcos cariocas e paulistas, a peça chegou a Salvador em 2005, obtendo grande sucesso. Com nova produção, o espetáculo volta a cartaz no Teatro Jorge Amado dia 09 de setembro,  cumprindo temporada às sextas e sábados 22h e domingos 21h.

Baseado em fatos reais
Alberto Goldin é um dos mais conhecidos nomes da atual psicanálise brasileira. Além de exercer uma intensa clínica e ter escrito pelo menos um best-seller ("Freud Explica"), Goldin escreve semanalmente uma coluna para o jornal carioca "O Globo".

Em sua coluna ele recebe cartas, em geral anônimas, sobre problemas sexuais e tenta respondê-las do modo mais útil possível ao remetente. Este material (as cartas) demonstrou possuir um grande valor dramático e artístico. Baseados neste material, retirando sua essência, Goldin e Domingos de Oliveira, chegaram a seis episódios que, em seu conjunto, formam uma visão curiosamente profunda do comportamento sexual do homem de hoje, do homem brasileiro deste início de século.

Todo Mundo Tem Problemas Sexuais
Autores: Alberto Goldin e Domingos de Oliveira
Direção: Fernando Gomes
Elenco: Cida Oliveira, Eduardo Albuquerque, Kadú Veiga, Mariana Moreno e Mônica Bittencourt
Teatro Jorge Amado
Sextas e Sábados 22 h  e Domingos 21 h
Estréia – 9 de setembro de 2011
Temporada: Até 13 de novembro de 2011
Ingressos: R$40,00 (inteira) e R$20,00 (meia)
Produção: Núcleo de Produção do Teatro Jorge Amado & Canto Claro Produções
Classificação Etária:  16 anos

segunda-feira, agosto 29, 2011

O Magico de Oz, dias 22,23,24 e 25 de Setembro em Salvador da Bahia



O Magico de Oz em Salvador nos dias 22,23,24( sessões-15h e 18h) e 25(sessões-11h e 16h) de Setembro...


Resumo: "Show para toda a família, “O Mágico de Oz”, já foi visto por mais de 18 milhões de pessoas em todo o mundo. A montagem mistura cinema e teatro, e se destaca pelo uso da tecnologia, com telões centrais e laterais de projeção. Logo na entrada, o público receberá óculos especiais para ver cenas especialmente filmadas em 3D e 4D. É um espetáculo cantado ao vivo, com 30 atores, 70 personagens, 180 figurinos e cinco cenários giratórios. Segundo o diretor italiano Billy Bond, a ideia é apresentar o conto de fadas sem sair do clássico conhecido por todos, porém, com uma linguagem mais vibrante para os jovens da era da internet e dos games. A aventura da menina Dorothy levada por um tornado à Terra de OZ tem roteiro baseado na obra e livro original de L. Frank Baum.
Horários: 24 (sáb), 15h e 18h; 25 (dom), 11h e 16h.
Ingressos (inteira)*: R$140,00 (A a P) R$120,00 (Q a Z3) R$80,00 (Z4 a Z11)*
* O acompanhante da criança tem 50% de desconto. Conforme o estatuto da criança e do adolescente, no seu Art. 2º, considera-se criança, para efeitos da Lei, a pessoa até 12(doze) anos de idade incompletos."

Fonte: http://www.tca.ba.gov.br/04/01sprin/index.html

*sujeito a conveniência e taxa de entrega de acordo com o local.

domingo, agosto 28, 2011

Ator Francisco Cuoco apresenta “Três Homens Baixos” em Salvador da Bahia

A capital baiana recebe o ator  Francisco Cuoco. Em Salvador, ele apresenta a comédia “Três Homens Baixos”, o primeiro texto teatral do carioca Rodrigo Murat. A divertida montagem teatral que tem no elenco os atores Anselmo Vasconcelos e Orlando Vieira passará pelo Teatro Castro Alves nos dias 9 e 10 de setembro às 21h.
Dirigido pelo também ator Jonas Bloch, a comédia de costumes é focada em facetas do universo masculino. 

Os personagens Ciro (Francisco Cuoco), Samuca (bicheiro interpretado pelo comediante Anselmo Vasconcellos) e Titi (publicitário clichê vivido por Orlando Vieira) são amigos de infância que se encontram periodicamente para colocar o papo em dia numa mesa de bar. Em um desses encontros, descobrem que os laços de união entre eles vão muito além do que supunham, e são obrigados a rever seus valores mais arraigados.
O valor do ingresso para quem quiser conferir o célebre ator, Francisco Cuoco em cena no Teatro, é de R$ 50 (meia-entrada). Mais informações e ingressos em domicilio (71) 3017-7663 begin_of_the_skype_highlighting            (71) 3017-7663      end_of_the_skype_highlighting ou celular (tim) 9141-0487.

Ficha técnica
Comédia: Três Homens Baixos
Texto: Rodrigo Murat
Direção: Jonas Bloch
Elenco: Francisco Cuoco (Ciro), Anselmo Vasconcellos (Samuca) e Orlando Vieira (Titi)
Cenário: Renato Scripilliti
Figurino: Ellen Cristine
Iluminação: Berilo Nosella
Produção executiva - Daniel Palmeira

sexta-feira, agosto 26, 2011

KID ABELHA dia 09 de setembro em Salvador da Bahia


Dia 10 em Paulo Afonso Bahia!
Resumo:Longe dos palcos desde o réveillon de 2006/2007, eis que agora o Kid Abelha decide retornar por aclamação do público e, por que não dizer, do próprio mercado. O show Glitter de Principiante , que teve sua estreia em abril deste ano, chega a capital baiana no mês de setembro. Para a nova turnê, pelo menos onze hits do grupo que não entraram no “Acústico MTV” estarão no roteiro do show, incluindo vários dos primeiros discos dos anos 80 que há tempos o trio não entoava. Para deleite dos fãs, estão de volta canções como “Seu espião”, “Alice”, “Garotos”, “Dizer não é dizer sim” e “Todo meu ouro”, entre outras composições que marcaram a trajetória da banda.
Local: TCA Concha Acustica.
Valor: R$60,00 inteira*
*sujeito a conveniencia e taxa de entrega.

quarta-feira, agosto 24, 2011

Eric Clapton confirma sua chegada ao Brasil em outubro!


Aplaudido pela crítica devido ao sucesso de seu último álbum, Clapton, lançado no ano passado, o cantor, compositor e guitarrista Eric Clapton – o “Deus” da guitarra – chegará ao Brasil em outubrocom sua turnê mundial 2011, para se apresentar no dia 06 em Porto Alegre, no Estacionamento daFIERGS, nos dias 09 e 10 no Rio de Janeiro, na HSBC Arena e no dia 12 em São Paulo, no Estádio do Morumbi.
Esta será a primeira passagem do artista pelo país em 10 anos – a última vez que ele se apresentou aqui foi em 2001. O novo disco e a nova turnê vem sendo saudados pela crítica como um grande retorno de Clapton, um dos mais lendários guitarristas de todos os tempos, a seus melhores momentos. Para os shows, Clapton montou uma banda única, que reúne alguns de seus grandes parceiros de longa data: Steve Gadd na bateria, Willie Weeks no baixo e Chris Stanton nos teclado, além de Michelle John e Sharon White nos backing vocals.

Eric Clapton nasceu em Ripley, na Inglaterra. Seu primeiro emprego foi como carteiro e, aos 13 anos de idade, ganhou seu primeiro violão de sua avó Rose. Apesar da dificuldade inicial de aprender a tocar o instrumento, acabou se esforçando e, em pouco tempo, já dedicava horas diárias ao aprendizado. Depois de completar o ensino básico, fez um ano introdutório na Kingston School of Art, mas não continuou o curso. Em janeiro de 1963, ingressou na banda The Roosters. Chegaram a fazer algumas apresentações, e Eric permaneceu na banda até agosto do mesmo ano.
Ainda em 63, passou a integrar a banda Yardbirds, que começava a fazer sucesso na Grã-Bretanha. O empresário tinha aberto um bar chamado CrawDaddy Club e a banda que se apresentava nos domingos era a recém-formada Rolling Stones. Lá Eric conheceu Mick, Keith e Brian. Com o passar do tempo, os Yardbirds foram alternando seu estilo para o pop, e Eric acabou saindo do grupo em 65 (sendo substituído por Jeff Beck e depois Jimmy Page). Depois de um tempo entrou para a John Mayall & the Bluesbreakers e começou a se firmar como músico de blues.
Em 1966 formou o Cream, um dos primeiros “power trios” do rock, com seus amigos Jack Bruce e Ginger Baker. Foi nessa época que Eric começou a desenvolver-se como cantor, embora Bruce fizesse a maioria dos vocais. No final de 66, o status de Clapton como melhor guitarrista da Grã-Bretanha foi abalado com a chegada de Jimi Hendrix. Hendrix compareceu a uma das primeiras apresentações do Cream, no London Polytechnic, em 1 de outubro de 1966, e tocou uma jam com a banda durante “Killing Floor”. Eric imediatamente percebeu que havia ganho um imbatível adversário, cujo carisma era igualado somente por sua incrível técnica na guitarra. A chegada do americano teria um impacto profundo e imediato na próxima etapa da carreira de Clapton.
Embora o Cream seja apresentado como um dos melhores grupos de sua geração, a banda teve vida curta. Goodbye, álbum de despedida da banda, apresentava faixas ao vivo gravadas no Royal Albert Hall, assim como a versão de estúdio de “Badge”, composta por Eric e George Harrison. A amizade próxima dos dois resultou na performance de Clapton em “While My Guitar Gently Weeps”, lançada noWhite Album dos Beatles. Ao acompanhar de perto o sofrimento da esposa de Harrison, Pattie Boyd, que vivia abandonada em razão do interesse do marido pela cultura hindu, Eric acabou se apaixonando. E o sofrimento por amar a mulher de seu melhor amigo o inspiraria a compor uma das suas canções mais conhecidas: “Layla”.
Usando a banda de apoio de Bramletts e um elenco estelar de músicos de estúdio, Clapton lançou seu primeiro disco solo em 1970, que trazia uma de suas melhores composições: “Let It Rain”. Nessa época lançou seu novo grupo – Derek and the Dominos, que lançou um brilhante álbum duplo, hoje em dia considerado sua obra-prima, Layla and Other Assorted Love Songs, fez uma turnê americana e acabou às vésperas da gravação de seu segundo álbum de estúdio, em Londres.
Depois de um bom tempo afastado, Clapton lançou 461 Ocean Boulevard em 1974, álbum mais enfatizado nas canções ao invés de sua técnica na guitarra. Sua versão de “I Shot The Sheriff” foi um grande sucesso. Eric continuou a gravar e a fazer turnês regulares, mas a maioria de seu trabalho desta época foi deliberadamente mais calmo.
No final dos anos 70, Clapton teve vários problemas com o alcoolismo, esteve internado e chegou a apoiar anos depois a criação de um centro de reabilitação existente até hoje, chamado Crossroads Center, além de, mais tarde, criar um evento chamado Crossroads Guitar Festival, que visava arrecadar dinheiro para contribuir com o tratamento dos dependentes de drogas. No começo dos anos 1990, a tragédia voltaria a atormentar a vida de Clapton em duas ocasiões. No dia 27 de agosto de 1990 o guitarrista Stevie Ray Vaughan (que estava em turnê com Eric) e dois membros de sua equipe de apoio morreram em um acidente de helicóptero. No ano seguinte, em 20 de março de 1991, Conor, filho de quatro anos de Clapton, morreu depois de cair da janela de um apartamento – dor que o artista refletiu na canção de sucesso “Tears In Heaven”.
No começo dos anos 90, Clapton reencontrou o sucesso com álbuns como MTV Unplugged (vencedor do Grammy em 1993), From The Cradle, que trazia várias versões de antigos sucessos do blues, dando destaque a seu estilo econômico no violão, e Retail Therapy, um álbum de música eletrônica que ele gravou sob o pseudônimo de TDF, terminando o século XX com aclamadas parcerias com Carlos Santana e B. B. King.
Tão conhecido quanto Clapton é o seu costume de usar uma variedade de guitarras. No começo de sua carreira, ele usava uma Gibson Les Paul do final dos anos 1970, sendo parcialmente responsável pela reintrodução do estilo original da Les Paul pela Gibson. Mais tarde, Clapton começou a usar Stratocasters da Fender. A mais famosa de todas as suas guitarras foi Blackie, montada com pedaços de várias Strats e que ele usou até os anos 1990, Depois, por medo de danificá-la, guardou em casa, e não a levou mais aos palcos. Por fim, Clapton se desfez da “Blackie” por U$959,500 no leilão organizado pela Christie’s de Nova York, em benefício do centro de reabilitação Crossroads.
Em 1988, Clapton foi homenageado pela fábrica de guitarras Fender com a introdução de uma Stratocaster feita sob medida para ele juntamente com Yngwie Malmsteen. Aquelas foram as primeiras guitarras modeladas para artistas na famosa série “Signature” da Stratocaster, que desde então incluiu modelos para Jeff Beck, Buddy Guy e Stevie Ray Vaughan, entre outros. Em 1999, Clapton levou a leilão parte de sua coleção de guitarras para levantar fundos para o Crossroads, conseguindo um total de U$7,438,624. Em 3 de novembro de 2004, Clapton foi condecorado com o título de Comandante da Ordem do Império Britânico (CBE).
Site oficial: www.ericclapton.com
Ps: informações e ingressos solicite para: falecom@yabatur.com

KIROV Ballet – Teatro Mariinsky de São Petersburgo – Turnê Brasil 2011

Sinônimo de excelência e tradição, a mais importante e emblemática companhia de balé do mundo anuncia seu retorno ao Brasil, após 10 anos, para apresentações no Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte.
Símbolo do balé clássico em todo o mundo, a mais aclamada companhia de todos os tempos, o  Kirov Ballet é também uma história de tradição e sucesso que tem 273 anos. Em seus palcos surgiram os maiores balés de todos os tempos, espetáculos como “Don Quixote” e “La Bayadère” e três grandes peças assinadas por Tchaikovsky, “O Lago dos Cisnes”, “A Bela Adormecida” e “O Quebra-nozes” — ainda hoje entre os maiores sucessos da companhia. Nos palcos do Kirov nasceu também a genialidade dos maiores bailarinos da história, como Anna Pavlova, Vasláv Nijinsky, Rudolf Nureyev, Natalia Makarova e Mikhail Baryshnikov.
Tanta excelência transformou a companhia em um padrão para o mundo inteiro – o mais alto patamar que um bailarino pode almejar e conquistar. Pertencer ao Kirov é pertencer ao “dream team” da dança mundial, ter seu nome inscrito na história da dança. Suas apresentações nos cinco continentes são eventos disputados, que não decepcionam os mais exigentes amantes da dança mundial. Assim foi em suas três passagens anteriores pelo Brasil, em 1996, 1998 e 2001, assistido por mais de 120 mil pessoas, incluindo uma apresentação ao ar livre, realizada na temporada de 2001 na Enseada de Botafogo, para mais de 30 mil espectadores, a maior apresentação de um balé clássico no país.
A Companhia conta com cerca de 100 bailarinos e 40 técnicos do Teatro Mariinsky– para apresentações em 3 capitais, a atual turnê é mais uma realização da Dell’Arte Soluções Culturais, que também foi a responsável pelas outras três turnês brasileiras.  O Kirov se apresenta noTheatro Municipal de São Paulo de 23 a 28 de agosto; no Theatro Municipal do Rio de Janeiro de 31 de agosto a 5 de setembro; e no Palácio das Artes de Belo Horizonte de 08 a 10 de setembro. No programa das apresentações brasileiras, o clássico Lagos dos Cisnes, cartão de visitas inigualável da companhia, e um Gala, que será visto no dia 26 de agosto em São Paulo e no dia 05 de setembro no Rio de Janeiro.
Dirigido atualmente por Yuri Fateev, que procura manter o repertório clássico e romântico da companhia, promovendo paralelamente uma abertura para os coreógrafos mais modernos do ocidente, o Kirov Ballet possui atuamente cerca de 200 bailarinos.
Fonte: http://www.midiorama.com.br/works/news/5762/ballet-kirov-%E2%80%93-teatro-mariinsky-de-sao-petersburgo-turne-brasil-2011/

Tremendão Erasmo Carlos em Salvador


Os fãs do tremendão Erasmo Carlos já podem comemorar. O cantor vai se apresentar duas vezes na Bahia em menos de 15 dias.

A primeira, gratuita, será no Festival de Lençóis, sábado (27), na praça principal, às 19 horas. Já a segunda, será em Salvador, no Cine Teatro SescCasa  do Comércio, dias 9 e 10 de setembro, às 21h, e dia 11, às 20h. Os ingressos para as apresentações custam R$ 100 (inteira).
Erasmo Carlos vai apresentar o show do seu novo álbum, Sexo. No novo trabalho, o cantor fala sobre o tema com canções próprias e ainda parcerias com Arnaldo Antunes, Nelson Motta, Adriana Calcanhoto e Chico Amaral. “Quando liguei para eles e pedi as letras, eu só disse que o nome do disco seria Sexo, e cada um que fizesse o que quisesse dentro do tema”, contou em entrevista ao jornalista Chico Castro Jr.


Serviço Yabatur Cultural
Tipo: entrega de ingressos em domicílio;
Local: Teatro Casa do Comércio;
Preço: R$100,00 inteira;
Dias: 09 e 10 às 21h e dia 11/09 às 20h;
Televendas: 071 9141-0487 ou 3017-7663;
www.yabaturcultural.blogspot.com


segunda-feira, agosto 22, 2011

Camila Morgado chega à Salvador nos dia 27 e 28 na Casa do Comércio!


Os males da vida moderna que atacam boa parte dos habitantes das grandes metrópoles são o alicerce da comédia Igual a Você que estreou dia 30 de setembro no Teatro do Leblon, sala Fernanda Montenegro. No elenco, Camila Morgado, Bia Nunnes e Anderson Müller se revezam em esquetes onde interpretam personagens que sofrem com as “loucuras” presentes no dia-a-dia da sociedade moderna como obsessão (Adriana Falcão), paranóia (Lícia Manzo), hipocondria (Thereze Bellido e Fernando Duarte), egocentrismo (Roberto Athayde), TOC e TPM (Regiana Antonini), Pânico, Ansiedade e Ninfomania (os três de Cristina Fagundes). Os esquetes são “costurados” por texto de Rogério Blat. A direção é de Ernesto Piccolo. Idealização e produção são de Beta Leporage.
Convidado pela produtora Beta Leporage para dirigir o espetáculo, Ernesto Piccolo achou que seria muito divertido “brincar” com esses seis textos que colocam uma lente de aumento sobre problemas do cotidiano de todos nós. “É uma chance de dar risada dos nossos problemas, dos nossos pitis”, e conta que ficou feliz ao ver que no elenco estavam antigos parceiros com quem tem muita intimidade profissional. “A única com quem eu não tinha trabalhado é a Camila, que é uma atriz maravilhosa. Com a Bia fiz teatro, no Tablado, desde os 13 anos e com Anderson mantenho uma longa amizade, tenho por ambos grande admiração profissional. Então, tem sido muito prazeroso fazer esse trabalho”, garante o diretor.
Em Salvador a Comédia 'Igual a Você' com Camila Morgado será no  Teatro Sesc Casa do Comercio - Dias 27 às 20h e 28 de agosto às 19h!
Valores: R$60,00 inteira.
Ingressos em domicílio televendas: 71 9141-0487.


quarta-feira, agosto 17, 2011

Dias 03 e 04 de setembro de 2011 – GP Bahia de Stock Car


Os preços variam de acordo com a localização. A arquibancada setores da Balança e Rotatória custa entre R$100 (inteira) e R$ 50 (meia); já para o setor Praça, os preços variam entre R$ 90 (inteira) e R$ 45 (meia).
Maiores informações e reservas solicite via e-mail: yabatur@gmail.com